Fandom

História Alternativa

Eleições presidenciais de 2010 (BSGM)

504 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar
Eleições presidenciais de 2010
  2005 ← Proposta4bsgm.png → 2015
24 de outubro de 2010
Eduardo-Campos.jpg Aécio Neves.jpg
Candidato Eduardo Campos Aécio Neves
Partido PSB MSDB
Natural de Pernambuco Minas Gerais
Companheiro de chapa Paulo Câmara Aloysio Nunes
Vencedor em 15 + DF 11
Votos 55.752.529 43.711.388
Porcentagem 56,05% 43,95%
O primeiro turno da eleição presidencial brasileira de 2010 foi realizada em 3 de outubro, como parte das eleições gerais naquele país. Neste pleito, os cidadãos brasileiros aptos a votar escolheram o sucessor do presidente, José Serra. Nenhum dos candidatos recebeu mais do que a metade dos votos válidos, e um segundo turno foi realizado em 24 de outubro. De acordo com a Constituição, o presidente é eleito diretamente pelo povo para um mandato de cinco anos, sem reeleição.

O José Serra, atual presidente, indicou o colega de partido, Aécio Neves, para candidato do partido à presidência. No dia 24 de outubro de 2010, o candidato Eduardo Campos, do Partido Socialista Brasileiro, é eleito o presidente do Brasil que quebrou um jejum, que desde 1965, não havia algum partido além do PTB, MSDB ou PSD a assumir a presidência da república.



CandidatosEditar

As três maiores forças políticas colocaram os seguintes candidatos, o ex-presidente, José Serra, indicou o senador de seu partido, Aécio Neves, do MSDB e Aloysio Nunes na chapa. A sua coligação era o "Frente por um Brasil mais social". O PSD, colocou Guilherme Afif, e como companheiro de chapa, Michel Temer. A sua coligação era o "Por um Brasil Desenvolvido" O PTB, colocava o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e como vice, o deputado federal, Rui Falcão. A sua coligação era o "Para o Brasil seguir mudando".

O partido vencedor, o PSB, plenejava colocar Luísa Erundina para a presidência, contudo, os problemas de saúde a impediram durante a pré-candidatura. Logo, pensaram em Rodrigo Rollemberg, sem sucesso. A sua opção foi o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com a sua chapa com o Paulo Câmara.

O PORP anunciava a candidatura de Luís Gastão, e fazia sua coligação com o PTC e o PCN, "Para um Brasil mais livre".

O PCB, POTU e o PRB anunciavam a candidatura de Ivan Pinheiro.

O PR, sem coligação, anunciava a candidatura de Ana Maria Rangel.

O PNB lançaria a candidatura de Levy Fidélix, que fez uma coligação com o PRONA.

A ARENA lançava a candidatura do militar Enzo Peri para as eleições, sem coligação.

O PRN, NOVO e o DEM manifestaram apoio pro MSDB.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória