FANDOM


                                                                                     

  Federação Democrática Sul - Americana
 Federacion Democratica Sur - Americana

     América do Sul

Capital Federal: Nova Esperança / Nueva Esperanza

Capitais Secundárias: Rio de Janeiro, Buenos Aires, Santiago, Montevideo, Caracas, Georgetown, Suva e Noumea

Flag of the Federation of the Americas





Lema e HinoEditar

Lema : Liberdade, Democracia e Honra à Pátria / Libertad, Democracia y honor a la Patria   

Hino Federal : Glória a Luta / Gloria a Lucha 

PopulaçãoEditar

Idioma : Português, Espanhol , Inglês (Ilhas Pacíficas e Guinéa) , Frances ( Ilhas Pacíficas ) e Holandes ( Suriname )

População : 311.794.290

PIB : US$ 5.540 ( 2011 )

IDH : 0,913 ( Muito Alto )

Moeda : Luso Sul Americano, Luso Pacífico  ( Ilhas Pacíficas )

GovernoEditar

Presidente : Marcos Tarcana (Republicanos)

Primeiro Ministros : Sandra Praça ( Brasil ) , Juan Ouyela ( Argentina ) , Oswaldo Yamasaki ( Chile ) , Vitor Sanchez ( Uruguai ) , Antonio Gonzales ( Venezuela ) , Samuel Follman ( Guiana ) , Yan Onrust ( Suriname ) Preston Turner ( Fiji ) , Simon Boule ( Caledônia do Sul ) , Ellie Perlman ( Tuvalu ) , Sato Killman ( Vanuatu ) , Matalasi Moliga ( Samoa Sul-Americana )



 ERA PRÉ-REVOLUÇÃO Editar

AMÉRICA DO SUL IMPERIALISTA

Na época da independência das colônias sul - americanas houve pouca influência para formação de repúblicas e devido a várias ações do clero e nobreza as nações se declararam impérios. Isso causou o crescimento significativo de forças militares e do comércio com os impérios europeus ( Principalmente Áustria, Alemanha,Itália e Rússia ) .

Em 1883 , após o fim da Guerra do Pacífico, foi criado o Tratado de Ajuda Mútua entre Brasil, Chile, Argentina e Venezuela. Essa ação causou aumento das rivalidades entre estas nações com o império Peruano e Boliviano que , em contra partida, criaram o Acordo do Pacífico. Em 1890 Uruguai se juntou ao Tratado de A.M. e Colômbia e Paraguai se juntaram ao Acordo do Pacífico.

A GRANDE CRISE DE 1916Editar

Com o início dos confrontos na Europa e a revolução socialista na Rússia os impérios sul-americanos p

erderam seus maiores parceiros econômicos tendo a voltar maior parte do comércio para os EUA e México.

Revoltas começaram a se espalhar pelos impérios no início de 1916 devido a altos pressos, altos níveis de pobreza e falência de várias indústrias. Esse período ficou conhecido como A Grande Crise. No Brasil houve grande dificuldade da parte da Rainha Isabel de conter as manifestações.

Em março de 1918 Peru e Bolívia uniram seus governos e formaram o Império Pero-Boliviano com a intenção de "abafar" a crise.

A GUERRA DAS AMÉRICASEditar

O Chile foi um dos únicos países a ter certa estabilidade devido a reservas de ferro no norte do país que logo começaram a ser cobiçadas pelas nações do Acordo do Pacífico. Uma invasão era temida pelo Chile e seus aliados. Tropas foram mobilizadas nas fronteiras preparadas para o pior.

Em 30 de setembro de 1918 o inevitável ocorreu, 100,000 tropas pero-bolivianas invadiram o norte do Chile, as tropas posicionadas lá foram logo aniquiladas. Tropas também foram posicionadas no Paraguai e Colômbia caso os países aliados decidissem intervir.

Respeitando o Tratado de Ajuda Mútua os impérios do Brasil, Argentina , Venezuela e Uruguai declararam guerra contra o Acordo do Pacífico. Logo tropas do A.P. invadiram os aliados causando perda significativa de território. Em janeiro de 1919 o México que era grande aliado do Brasil e Chile se aliou aos aliados mas demorou para fa

zer diferença na guerra devido ao tempo de mobilização das tropas.

A guerra estava a favor do A.P. com o norte do Chile e Argentina ocupados e partes de Rondônia, Mato Grosso , Mato Grosso do Sul e Paraná também ocupadas. Devido a laços políticos firmes que o Brasil tinha com os EUA e a França os aliados conseguiram uma gigantesca ajuda com o envio de oficias americanos e franceses para o comando de tropas. Em 1 de abril de 1919 Ascuncion caiu para as tropas aliadas, isso causou o rendimento do Paraguai, um dia depois a Colômbia também assinou a tratado de rendição.

O FIM DA GUERRA E O INÍCIO DAS IDEIAS FEDERALISTASEditar

As manifestações que começaram em 1916 ainda continuavam e se agravavam cada vez mais devido a falta de comida que se alastrava sobre todo o continentes, principalmente nas áreas que eram ocupadas pelas tropas do pacífico que , ao deixarem o território, salgavam as plantações e matavam o gado. O alto escalão militar argentino ordenou o controle a força bruta sobre os manifestantes mas o General Afonso Carbarella se negou a mandar as tropas atacar os manifestantes. Carbarella sempre via o império argentino como corrupto que somente favorecia a nobreza do país.Em novembro de 1919 ele foi enviado ao fronte de guerra, lá ele encontrou as tropas desmoralizadas e com muitos soldados incapacitados. Carbarella consegui reanimar as tropas e reorganizá-las, também trouxe novas táticas para a batalha. Em dezembro de 1919 ele viu de frente o verdadeiro poder de guerra pero-boliviano, teve uma perna gravemente ferida , um tímpano danificado e perdeu diversos homens mas mesmo assim consegui vencer a batalha e levar as tropas para território inimigo

Em março de 1920 a cidade de Santa Cruz na Bolívia caiu para as tropas aliadas, em abril La Paz foi tomada. As últimas tropas pero-bolivianas remanescentes retrocederam ao território peruano. O Peru estava cercado por tropas aliadas ao Oeste e ao Sul e suas tropas estavam , em grande maioria, debilitadas. Em 9 de abril de 1920 o Imperador Pero-Boliviano assinou o tratado de redição.

A América do Sul estava em "pedaços". Maioria da população estava em situação de extrem

a miséria e os impostos aumentavam ainda mais. Carbarella ,revoltado com a situação, começou a unir forças com outros generais argentinos para depor o império e instalar uma república.

Carbarella viu a situação dos outros países aliados que passavam pela mesma situação. Ele consegui espalhar a ideia da instalação de uma república para generais chilenos e uruguaios e também começou a elaborar uma união entre essas nações.

A REVOLUÇÃO FEDERATIVAEditar

Carbarella foi descoberto pelo império espalhando suas ideias e foi sentenciado a morte mas conseguiu fugir a tempo para o Uruguai e logo depois se mudou para Porto Alegre, RS. Lá convenceu líderes militares brasileiros e a população a aderirem a causa. Voltou a ser perseguido no Brasil, então partiu para Caracas, na Venezuela, onde novamente convenceu generais e população local.

Em 6 de fevereiro de 1921 foi realizada uma reunião em segredo em Bella Unión , no Uruguai, onde 13 generais dos 5 países e alguns representantes da população a favor da formação de uma federação discutiram como iria ocorrer a tomada das capitais.

Dois dias após a reunião os generais que apoiavam Carbarella foram descobertos e perderam seus devidos postos, incapacitando uma ação militar contra os impérios.

Em 20 de março de 1921 as manifestações começaram em sincronia ao redor da América do Sul . O que começou com passeatas pacíficas terminou em confronto armado. Forças imperiais abriram fogo contra manifestantes e eles contra os imperiais. No fim do dia 20 a soma de mortes já estava em milhares. Isso marcou o início da Federação.

Os confrontos, perseguições e manifestações continuavam fortemente até que os federalista

s conseguiram grandes vitórias a partir de 24 maio de 1921 quando Santiago do Chile caiu para os rebeldes, em seguida veio Montevideu em 1 de junho. Isso causou o aumento na moral dos revolu

Rev russ 9

Rebeldes protegendo entrada de um hospital no Rio

cionários. No dia 3 o imperador argentino se rendeu à bordo de um navio da marinha; no dia 9 em Caracas o palácio imperial foi tomado e o imperador morto; no dia 13 no Rio de Janeiro a Rainha Isabel se negou a ordenar que os navios da marinha bombardeiem a cidade que foi tomada.


A FEDERAÇÃO No dia 15 de junho de 1921, em Buenos Aires, todos os líderes federalistas se reuniram para realizar a eleição do primeiro presidente. Em votos unânimes Carbarella foi eleito e como primeiros ministros ( cada país possuí um ) Antônio Sanches na Argentina, Roberto Fagundes no Brasil, Pedro Simones no Chile, Sandro Campaió no Uruguai e Bertollo Escússio na Venezuela. Buenos Aires foi feita de capital da nação

Federação 1

Bandeira Federal. A estrela com 5 pontas representa as 5 nações e o vermelho e negro a guerra

Esse dia foi conhecido como Dia da Federação.

O primeiro objetivo do novo governo era de reconstruir a nação. Os benefícios para os ricos e clero foram cortados, incentivos para agricultura e crescimento industrial foram feitos e foi foram criadas as Fuerzas Militares Sudamericanas contando com o Exército e a Marinha.

A RECONSTRUÇÃO

Em 1923 a nação começava a crescer, a fome não era mais problema e as industrias cresciam em todas as cidades,empregos,segurança e saúde aumentavam e principalmente a economia crescia monstruosamente.   A América do Sul nasceu novamente.

  ERA POS - REVOLUÇÃOEditar

Em 12 de outubro de 1924 as primeiras eleições abertas foram realizadas concedendo a Carbarella se segundo mandado como presidente. Permaneceu no poder até 1942.

A CHEGADA DO COMUNISMO E DO FACISMO NA FEDERAÇÃOEditar

Com a economia e a indústria estabilizadas a nação pode se preucupar no aprimoramento das forças armadas com a criação de frotas de navios de guerra, incluindo 2 porta aviões e a Forza Aérea Nacional. Mas esse crescimento gigantesco da industrias trouxe consigo os primeiros partidos comunistas para a América do Sul e eles começaram a ganhar muita força, conseguindo até a eleger um membro para a Camâmara de Deputados, ele era Ravier Marcassa. Ele se tornou presidente da câmara em 1933 e vice-presidente de Carbarella em 1940.

A ascenção do facismo na europa também trouxe partidos para a Federação e começaram a ganhar mais força que o comunismo, levando propagandas as ruas e a ideologia as pessoas.

A SEGUNDA GUERRA MUNDIALEditar

A Alemanha invade a Polónia, isso marca o início da 2ª Guerra Mundial. Carbarella anuncia a neutralidade diante o conflito mas o grande crescimento da influência facista provava o contrário.

Em 1941 os EUA , temendo uma ameça de um novo aliado do eixo , ameaçou a Federação a acabar com a influência nazista na nação. Carbarella não podia perder seu maior parceiro comercial então aceitou a proposta norte - americana fechando partidos facistas e cortando relações comercias com a Alemanha e a Itália.

No dia 12 de janeiro de 1942 o encouraçado NaAL Concepsion foi atingido por um U-Boat alemão, quase toda a tripulação morreu. Depois desse ataque vários navios de carvão começaram a ser atacados no norte da África e na Austrália.

13-07-15 o radio faz historia

NaAL Concepcion afunda na costa da Bahia.

No dia 20 de janeiro a Federção declarou guerra ao eixo nazista, as tropas nunca haviam sido mobilizadas desde a formação da fedaração, o governo ordenou a construção em massa de armamentos e ,com o auxílio dos EUA , em março as tropas já estavam prontas para o combate.

Os primeiros confrontos iniciaram no pacífico para ajudar tropas australianas e norte-americanas na luta por Papua Novaguinéa e a luta para defender o norte da Australia da invasão japonesa . Os segundos confrontos foram na África com a presensa de alguns pequenos contingente de infantaria motorizada e da força aérea.

Em 3 de setembro a Sicília foi tomada pelos Aliados e em 10 de setembro a Sardenha foi tomada por tropas da Federação, entre os batalhões estava a recem criada Brigada de Paraquedistas. Os principais confrontos se localizaram na Itália e na França tendo participação vital em maioria dos confrontos.

ParaquedistasnoSardenha

Paraquedistas da 1ª Brigada Paraquedista aterrizam em Cagliari

Index clip image002

Fuzileiros Navais sul - americanos desembarcando na Sardenha.









No fronte do pacífico o Japão invadiu diverças ilhas ao leste da Australia, eram elas Fiji;Caledônia;Tuvalu;Vanuatu e Samoa . Com os EUA ocupados no norte do Pacífico coube a Austrália e a Federação a retomar as ilhas. Em 3 meses as ilhas voltaram ao controle aliado. A ilha de Celedônia ficou dividida entre o domínio australiano e sul - americano.

No desembaque do Dia D as forçar da Federação auxiliaram as canadenses nas praias de Juno,Gold e Sword.

97C41607B

Tropas da Federação marchando em direção a Loudéac na França.








Em 5 de agosto de 1944 Carbarella tem um AVC e morre no dia seguinte em Buenos Aires com 65 anos de idade. Em seu lugar assume Javier Marcassa, lider do partido comunista da Federação.

O PÓS - GUERRAEditar

Com a Europa destruida e dividida foi criado o Plano Marshall com a intenção de reconstruir as nações européias.  Marcassa começou a ver os EUA como ameça e para a economia e para a soberania nacional, temendo que no futuro a Europa substituisse o mercado sul - americano pelo mercado norte - americano.  para buscar um novo aliado e sustentar a economia Marcassa criou junto com a URSS ( que também viam os EUA como ameaça) o Tratado Buenos Aires - Moscou que formava novos acordos económicos e militares entre as duas nações. As tenções entre a Federação e os EUA vão as alturas.

Novos TerritóriosEditar

Com as sedes governamentais completamentes destruidas e seus líderes mortos as ilhas de Fiji; Tuvalu; Vanuatu e Samoa  , em 1946, foram anexadas pela Federação. Essa ação quase gerou uma invasão inglesa e francesa cujo governavam as ilhas mas a invasão não ocorreu por que as tenções com a URSS estavam quase causando outra guerra. A ilha de Caledônia ficou dividida entre o controle da Federação e da Austrália. A Federação contolava uma parte da ilha ao sul tendo como principal cidade Noumea. Foi criado um acordo para tentar estabeleser fronteiras permanentes e limites de explorações, mas desde o início a Federação não respeitava o acordo.

O GOLPE COMUNISTA OU PRIMEIRO GOLPE Editar

Federação 2

A bandeira da Federação Comunista da América do Sul

Com a aproximação da Federação à URSS a influência comunista crescia com força na nação. O congresso federal era , em sua maioria, ocupado pelo partido comunista , o primeiro ministro do Brasil, Uruguai, Chile e Venezuela faziam parte do partido comunista, o Presidente era lider do partido comunista. Os EUA viam um golpe comunista inevitável na nação. E eles estavam certos.

Em 4 de março de 1947 tropas do partido comuista tomaram o congresso prendendo quaisquer membros de outros partidos a não ser o partido comunista.Outros políticos não comunistas também foram presos

Au 329

Tropas do partido comunista tomam o congresso federal em Buenos Aires.


Marcassa declarou em um discurso a formação da Federação Comusta Sul-Americana e mobilizou todas as tropas do partido comista para revidar qualquer ataque de qualquer um a favor do antigo governo . Durante os dias 4,5 e 6 quaisquer tipos de aglomerações populares em cidades foram proibidas e manifestações foram reprimidas com violência. Os EUA temendo entrar em confronto direto não interviu na ação política, mesmo tendo boas relações com o antigo governo.

Nova Esperânça

Em 12 de abril Marcassa juntou os maiores engenheiros e arquitetos da Federação para progetarem uma nova  cidade que iria se localizar ao nordeste de Buenos Aires e ao sul de Rosário. Ele fez isso com a intenção de criar uma capital mais moderna e longe da costa para melhor se defender de uma invasão.

CIA vs. UIFD

Em 1948 foi criada a UIFD ( Unidade de Inteligência da Federação ) com a intenção de infiltrar agentes em diverços governos e realizar qualquer outro tipo de ação não - oficial a mando do governo. Agentes treinados pela KGB atuaram junto à URSS para descobrir planos secretos americanos principalmente o da bomba nuclear e da potente bomba de hidrogênio, que ainda era um desenho no papel dos americanos. A CIA também mandou agentes para a Federação para descobrir planos militares e para organizar grupos contra o governo. Após alguns meses de investigação a CIA descobriu militares sul - americanos que eram contra o governo. O plano já estava montado, influenciar militares a fazer outro golpe e instalar a democracia capitalista.

Golpe-14

Manifestações contra o governo comunista em São Paulo

Cidade em contrucao

Pequena avenida sendo construída em Nova Esperança










A GUERRA DAS BALEIAS Editar

A Guerra das Beleias foi o nome dado ao confronto que quase ocorreu entre a Federação e a Austrália juntamente com os EUA pela disputa de uma área de pesca de baleias no oeste da ilha Caledônia. Esse conflito teve destaque pois nenhum tiro sequer foi disparado.

Em 1952 o governo ordenou a formação da Frota do Pacíco, essa que se tornou a maior e mais poderosa frota de navios da federação, tendo sua sede em Santiago do Chile e no comando do Almirante Cesar Guello que se destacou em maioria das grandes batalhas navais no pacífico durante a segunda guerra mundial. A frota contava com 15 navios couraçados , 7 cruzadores, 17 contratorpedeiros ou destroiers, 2 porta aviões, 4 submarinos e com o navio NaAL Futuro,  considerado o mais poderoso das américas.

Em 1954 foi ordenada a construção de uma frota de navios baleieiros para atuarem no pacífico principalmente ao redor da ilha de Caledônia. Em 1956 a frota entrou na ativa mas causou tenções com a Austrália que controlava maior parte da território naval onde os baleieros sul - americanos atuavam. O governo australiano mandou uma carta oficial a Buenos Aires condenando a ação dos navios e o descomprimento do acordo feito 10 anos atrás. O governo praticamente ignorou o recado, em resposta a Austrália começõu a prender os navios baleieros. Marcassa ordenou a libertação imediata dos navios e dos tripulantes, caso o contrário haveria reação militar.

Em 5 de agosto de 1956 a Austrália iniciou um cerco naval ao porto de Noumea proibindo qualquer tipo de navio pesqueiro de sair da ilha. Como a maior parte da economia das ilhas pacíficas era focada na pesca de baleias, Marcassa ordenou que a frota do pacífivo fosse enviada à Fiji e ficasse preparada para o ataque aos navios australianos caso não aceitacem o ultimato dado pelo governo de Buenos Aires. A Austrália ,temendo um ataque, enviou um pedido de ajuda á frota americana para defender as posições dos navios australianos. O governo dos EUA aceitou o pedido de ajuda australiano e enviou a frota para Noumea. Em contra-partida a URSS ofereceu a ajuda da frota soviética para libertar o porto. A oferta foi aceita e o comando dos navios foi dado para o Almirante Guello.

Marcassa ordenou o ataque aos navios que impediam a saída dos pesqueiros da ilha.

NaALFuturo

NaAL Futuro em direção à Noumea

 Na chegada à Noumea  frota sul-americana  visivelmente superava os navios cercando o porto. O governo autorizou o ataque e a destruição dos navios inimigos más Guello esitou as ordens da capital temendo o aprofundamento das tenções que agora envolviam as duas maiores potências do mundo. Guello ordenou o retorno da frota à Santiago.


O GOLPE MILITAR OU SEGUNDO GOLPEEditar

Com o retorno de Guello a capital, Marcassa ordenou o afastamento de Guello das atividades militares. Isso fez com que muitos generais desaprovasem a atitude do presidente e a CIA viu uma oportunidade de influenciar os militares contra Marcassa. O alto comando do partido comunista, preucupada com a negatividade dos militares sobre o governo fez com que fossem enviadas tropas do partido comunista para reforçar a defesas do palácio presidencial em Buenos Aires e nos palácios federais ao redor da nação.

Guanabarasandbag

Tropas fortificando o palácio presidencial em Buenos Aires.

Em uma sexta-feira 17 de agosto de 1956 a manhã começou turbulenta na nação. Apos um discurço e uma forte discução sobre o rumo da Federação na Casa Rosada ( Palácio Federal ) em Buenos Aires , Marcassa retornava ao Palácio Presidencial na Plaza de la Constituición quando sua escolta foi parada por militares e ele foi rendido junto com outros 3 políticos comunistas e generais das forças do partido comunista. No mesmo momento tanques e caminhões com soldados sercavam o Palácio Presidencial.
Golpe-militar-uruguai-700x300 c

Tanques se aproximam do Palácio Presidencial.







Muitas pessoas não sabiam o que estava acontecendo, por todas as capitais havia movimento de tropas e veículos blindados, houve inclusive o fechamento do espaço aéreo. A preucupação era nacional, a cada momento parecia  que se tratava de uma invasão. As dúvidas só se esclareceram às 10:40 quando era posivel ouvir disparos e fumaça vindos da Plaza de la Constituición e do Palácio Presidencial. Os maiores confrontos ocorreram em Caracas, Santiago e Montevideu onde houveram inúmeros feridos e mortos, em Caracas o Palácio Federal foi incendiado devido ao confronto. No Rio de Janeiro as tropas comunistas se renderam quando tanques se aproximaram do palácio.

No mesmo dia o novo governo foi anunciado, ele seria liderado por 10 generais escolhidos à dedo pelo presidente. O cargo de presidente foi dado ao Almirante Guello pois foi ele que coordenou a ação militar e que mais possuia infléncia dentro das forças armada. Também foi ordenada o fim do socialismo na nação , fim do Acordo Buenos Aires - Moscou , o fim do bloqueio econômico com os EUA ( que estavam por trâs do golpe ) e paises capitalistas , a prisão de todos os membros do partido comunista e a destruição de qualquer tipo de material comunistas na nação. Marcassa foi deportado para a Alemanha Oriental e morreu em 1970.

Golpe-militar-no-chile-foto-de-26-de-setembro-de-1973-quando-membros-do-exercito-chileno-queimam-livros-1378908242374 564x430

Militares queimando propagandas comunistas em Montevidéu.

195-chile-flores-FOTO-02-Tribuna-del-Bío-Bío

Soldados comunistas se rendendo em frente ao Palácio Federal em Santiago.









Federaçãosulamericana

Bandeira da Federação Sul - Americana

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória