FANDOM


Sobregolpe de Estado de 1976
Ditadura repressao.jpg

Conflito entre o exército e manifestantes pró-Governo de Yves Dumont.

Data: 20 de Dezembro de 197504 de Janeiro de 1976
Local: 

Georgesville, ParamariboCayenne, Guiana

Desfecho: Vitória de André Debois e seus apoiantes. Derrubada do governo de Yves Dumont.
Combatentes
Guyanaband.png
Governo da Guiana (pró-Dumont)
Proy.png
Nacionalistas
Guyanaband.png
Governo da Guiana (pró-Debois)
Bandeira do brasil.jpg
Brasil
Bandeira do Exército.png
Exército da Guiana

RNM.png
Renovação Militar Nacionalista

Principais líderes
Guyanaband.png
Yves Dumont
Guyanaband.png
André Debois
Forças em combate

30.000 soldados-proy

5.000 nacionalistas

400.000 soldados

85.000 soldados(br.)

Baixas

12.876 soldados

2.953 nacionalistas

48.761 civis

51.975 guianenses

1.454 brasileiros

67.448 civis

O Sobregolpe de Estado de 1976, foi um golpe de estado que houve onde André Debois derrubou Yves Dumont.

O Golpe ocorreu num período de duas semanas, tendo uma vitória arrasadora de André Debois com o apoio do Brasil, do Exército e do PRMN, assim declarando um sobregolpe sobre Yves.































OrigemEditar

Muitos viam que Debois tinha uma aparência de personalidade forte, robusta e mais autocrática do que Yves Dumont, que vinha abrindo mais espaço na política local. Já os militares, não queriam isso querendo um governo autocrático forte, como possívelmente poderia ser de André Debois.

André Debois, para muitos da população também, o viam como um autocrata maluco, que poderia levar o país a destruição em algum momento.

André Debois não estava satisfeito na junta provisória, e queria tomar o poder, derrubando Yves Dumont e Julian Berraux. Os militares concordaram com ele, e iniciaram o plano de sobregolpe.

Marcha à CayenneEditar

A Marcha começou no dia 20 em Georgesville com 200.000 militares. Eles marchariam, em conjunto com tanques. A Marcha durou 14 dias, com conflitos em cidades do trajeto, Paramaribo e próximo a Cayenne, o Brasil se juntou ao exército guianense para proclamar o golpe de Debois.


ProyEditar

Os proys significavam (Pró-Yves Dumont). Logo isso, definiu um xingamento nos dicionários do Brasil e da Guiana.

GUI: Proy (pro.y) = Idiota, estúpido, burro

BRA: Prói (pró.i) = Babaca, enganado

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória