FANDOM


Cozumel

País

Brasil

Localização

Mar das Antilhas, Oceano Atlântico

Área

647,33 km2

Capital

Argos

Distritos

Argos, Risa e Aquaria

Assentamento mais populosos

Argos ( 90.712 hab.)

População

Total - 150.623 hab. (31% Mestiços, 29% Negros, 20% Brancos, 15% Asiáticos, 5% Polinésios)

Densidade - 232,68/km2

PIB

Total - US$ 5,62 bilhões

per capita - US$ 37.192

Gentílico Cozumelenho

Cozumel é uma ilha brasileira no Mar das Antilhas na costa da Península de Yucatán.

A ilha está situada no Mar do Caribe do lado oriental da Península de Yucatán cerca de 82 km ao sul de Cancún e 19 km a partir do continente. A ilha é de cerca de 48 km de comprimento e 16 km de largura. Com uma área total de 647,33 km2.

Como um Território Insular do Reino do Brasil, Cozumel possui governo próprio semelhante às outras unidades federativas brasileir. Sua capital é a cidade de Argos.

Etimologia Editar

O nome Cozumel foi derivado do maia "Cuzamil" ou "Ah Cuzamil Peten" na íntegra, o que significa que a Ilha das Andorinhas.

História Editar

360px-Mexico Cozumel relief location map.svg

Ilha de Cozumel.

Pesquisas recentes indicam que os primeiros habitantes da ilha de Cozumel, chegaram por volta do século II a.c. Embora não totalmente identificados, acredita-se que estes indivíduos faziam parte de grupos semi-nômades do Caribe, dedicavam-se igualmente à pesca e a caça. Uma segunda onda de migração chegou mais organizada no século III d.c. Esta foi integrado com os grupos maia identificados como provenientes da região de Petén, na Guatemala, ao sul de Península de Yucatán, definitivamente um nível cultural mais alto que os seus antecessores, eram sedentários, agrícolas e dominado conhecidas técnicas de arquitetura também pode encontrar vestígios da sua atividade em alguns edifícios e restos de cerâmica encontrados no centro norte da ilha, na área hoje conhecida como Santa Rita e parte de San Gervasio. A terceira onda de imigração na época clássica maia tardia, começaram a chegar no século VIII e veio do estado de Tabasco e do sul do estado de Campeche. Os maias formados dos grupos chontal ramo Putun, eram marinheiros e comerciantes, que chegaram a caminho da América Central e Cozumel se tornou um ponto importante na sua área de influência. Nesta ilha o grupo introduziu às novas formas de organização social, outros estilos e novos cultos religiosos, entre eles enfatizaram a devoção à deusa Ix Chel, o deus da lua, da fertilidade e do nascimento, e que o ilha tinha o seu principal santuário, dando origem a um rito de peregrinação para o mundo maia de Cozumel.

O melhor testemunho de organização cultural e social no elevado alcance deste grupo são inúmeros vestígios arqueológicos existentes em toda a superfície da ilha e principalmente as ruínas da cidade maia de Patan.

Para 1.200 a.C, prevaleceu na América Central comércio com terras longínquas, cujo elo principal foi Cozumel. Era nessa ilha que todo o tipo de mercadoria chegava de lugares distantes. Os itens eram armazenados antes de serem enviados em canoas para outros pontos de distribuição.

Em 3 de maio de 1518 o capitão espanhol Juan de Grijalva foi o primeiro espanhol a descobrir a chegar na ilha, a qual chamou de Santa Cruz de la Puerta America, foi naquela viagem, quando dias depois ele oficiou nas praias de Cozumel a primeira missa católica no México. Um ano depois, em fevereiro de 1519, Hernán Cortés iniciou o conquista do México no desembarque em Cozumel, onde se juntou forças com o náufrago Geronimo de Aguilar, que era uma dos primeiros artistas (Maya-castelhano) no serviço do conquistador, outro náufragoGonzalo Guerrero se recusou a voltar: Depois de oito anos tinham se adaptado aos costumes maias e até mesmo se casou coma dama e teve três crianças, por isso ele é considerado o pai da mestiçagem no México. Até 1525 Francisco de Montejo fez um pedido ao rei da Espanha para autorizar a conquista e desenvolvimento da ilha de Cozumel (Montejo foi um dos capitães que chegaram com Cortez 9 anos anteriores).

Francisco de Montejo chegou a Cozumel em 29 de setembro de 1527 e deu o nome cristão de San Miguel de Xamancab. Quando os espanhóis estavam familiarizados com a costa do Golfo do México, eles perceberam que tinham de parar na ilha, excluindo-o como um porto de escala para os navios espanhóis. Ao mesmo tempo, o efeito imediato da conquista, o comércio Maia foi anulado e aboliu a adoração da deusa Ix Chel. Os locais, deixaram de contar com a principal atividade econômica, foram forçados a depender exclusivamente da agricultura para sua sobrevivência.

Durante os tempos coloniais a ilha era praticamente desabitada, porque vários fatores vieram juntos que a retenção limitada eo crescimento do grupo indígena: o flagelo causado por doenças trazidas pelos espanhóis, a exploração que sofreram, o colapso da sua economia, sua organização social e até mesmo o colapso de sua religião e costumes. Antes de sair, a ilha foi muitas vezes um refúgio para os piratas que tinham o Caribe como um refúgio. Eles não tinham uma base permanente na ilha, mas ocasionalmente se fixavam por água, comida fresca e reparar os seus navios. Esses ladrões do mar, em 1571, depois de uma batalha entre as forças espanholas e corsários franceses foram capturados na ilha principal do chefe Pierre Sanfroy e nove de seus colegas que, movido a Mérida e depois foram julgados, condenados e executados pelo Tribunal de Justiça da Santa Inquisição. Vários piratas Cozumel usado como uma base de operações no século XVII, incluindo o famoso Henry Morgan e Jean Lafitte, os piratas de Inglaterra e Holanda iam à terra para capturar indígenas e espanhois como escravos.

Domínio Brasileiro Editar

Com a Grande Guerra Latino-Americana, as forças brasileiras usaram a ilha como base para iniciar a invasão do México. Nessa época, a ilha era desabitada e só seria novamente após a Paz da Guatemala. O tratado que pôs fim a guerra também deu ao Brasil a soberania da ilha. Desde os tempos da Companhia do Ultramar os brasileiros tentavam adquirir uma base no Mar do Caribe. Com a expansão dos EUA para o oeste e suas ambições comerciais no Caribe, era necessário um farol de influência brasileira na região. A conquista da ilha, e sua manutenção como importante base naval brasileira seria uma das causas do Conflito Brasílico-Americano de 1867.

Repovoada por imigrantes brasileiros, Cozumel se tornou a local de estacionamento permanente de uma grande frota dedicada a garantir os interesses brasileiros na região e um rico entreposto comercial. A vila de Almirante Argos Chatwin, fundada em 1837 e cujo nome atual é apenas Argos, tornou-se sede da colônia.

Em 1946, durante o processo de descolonização do império colonial brasileiro, foi realizado um plebiscito no arquipélago com relação ao estatuto da colônia. Os ilhéus votaram entre três opções: 1) se tornar um Estado independente; 2) se tornar uma unidade federativa brasileira igual às outras províncias em direito, deveres, nacionalidade e cidadania: ou 3) voltar para a soberania espanhola. 98% da população votou pela segunda opção. Em 1947, as ilhas adquiriram o estatuto de Território Insular. A elevação viu o aumento dos investimentos na economia turística da região.

Geografia Editar

Fica situada perto da costa oriental da península de Yucatán. Está coberta por um espesso bosque e possui abundante pesca. Sua principal atividade é o turismo, apresentando uma indústria hoteleira desenvolvida. Possui um aeroporto internacional que está ligado a muitas cidades importantes, das quais as principais são Guayaquil, Quito, Manaus, Cidade do México, Miami e Houston.

Cozumel é uma ilha plana composta de rocha vulcânica porosa. A elevação natural mais importante da ilha é inferior a 100 m. Os cenotes formados pela infiltração de água através da rocha há milhares de anos podem ser exploradas através de atividades como a natação ou mergulho. Atualmente é muito procurada por mergulhadores, devido as suas águas claras e quentes e a grande concentração de vida marinha, possuindo uma das maiores formações de coral do mundo (ao sul da ilha, em direção a Belize, fica a segunda maior barreira de corais do mundo, depois da australiana).

A ilha é de cerca de 48 km de norte a sul e 16 km de leste a oeste. Localizado a 20 km a leste da Península de Yucatán, e 60 km ao sul de Cancún, tem uma área de 647,33 km².

Clima Editar

Cozumel tem um clima tropical, com varições minímas e tempestades tropicais, sua temperatura média no ano é de 30°C. Cozumel não fica em uma região propensa ao frio ou baixas temperaturas devido sua localização próxima a linha do equador.

População Editar

De acordo com dados de 2015, o território tinha 150.623 habitantes permanentes. (31% Mestiços, 29% Negros, 20% Brancos, 15% Asiáticos, 5% Polinésios), dos quais 90.712 viviam na capital, Argos. O resto da população situa-se em outras 24 cidades com populações de entre 1 e 10.000 habitantes, a mais importante das quais é Risa.

Fora os habitantes permanentes, há aproximadamente 3.000 militares da marinha e familiares estacionados na Bases Naval de Risa e suas instalações e 400.000 turistas anualmente.

Política Editar

Cozumel é um Território Insular brasileiro. Apesar da nomenclatura (território insular) é, na prática, semelhante a qualquer outra província brasileira em direitos e deveres. Isso significa que é uma entidade subnacional autônoma (autogoverno, autolegislação e autoarrecadação) dotada de governo e constituição própria (Lei Orgânica do Território Insular de Cozumel) que federada às outras unidades federativas do país forma o Reino das Províncias Unidas do Brasil. O Poder Executivo é exercido por um governador eleito quadrienalmente e o Poder Judiciário por tribunais territoriais que cuidam da justiça comum. Possui Assembleia Territorial unicameral com deputados territoriais que votam as leis territoriais. A Assembleia Territorial fiscaliza as atividades do Poder Executivo na província e nos distritos. Diferentemente das Províncias e Províncias Insulares e semelhante às Cidades Autônomas, o Território Insular de Cozumel é dividido em distritos. A Governadora eleita atual é Marina Ávila.

Disputa da soberania Editar

Tanto o Brasil como o México reivindicam a soberania sobre o arquipélago. A posição dos brasileiros é a de que os cozumelenhos não indicaram um desejo de mudança e que não há problemas pendentes para resolver sobre as ilhas, além de enfatizar que a ilha estava desabitada quando foi cedida ao Brasil em 1835, desqualificando qualquer reinvindicação por razões históricas ou culturais. O Brasil baseia-se no "direito à autodeterminação, tal como estabelecido na Carta das Nações Unidas", dos ilhéus.

O México sustenta que os cozumelenhos não têm direito à autodeterminação, pois não são nativos da ilha, mais descendentes de brasileiros. Sustenta também que, mesmo desabitada, Cozumel era território mexicana e foi arbitrariamente ocupada por uma potência imperialista (o Brasil) às custas de um México enfraquecido pela guerra.

Em diversos referendos em 1996, 2005 e 2015, Cozumel consultou a população sobre seu estatuto político e 99,9% dos eleitores apoiaram a manutenção do domínio brasileiro. Esses mesmos referendos também perguntavam sobre a identidade nacional do cozumelenhos e apenas 0,1% se consideravam ligados ao México. O México não reconhece os cozumelenhos os habitantes em direito de Cozumel; por conseguinte, rejeitou os referendos sobre a soberania da ilha.

Economia Editar

Cozumel

Praia em Cozumel.

Cozumel tem indústrias razoavelmente importantes, principalmente pesqueira e de eletrônica avançada, esta última alimentada principalmente por matérias-primas mexicanas. A agricultura se desenvolveu principalmente na década de 1970 em diante e é quase que exclusivamente baseada em avançadas tecnologias de hidroponia de alta produtividade, antes disso todos os alimentos eram importados do continente, principalmente do México. Com alta produtividade de legumes, hortaliças e frutas de qualidade que, junto ao peixe, formam a base da culinária cozumelenha, a ilha é responsável por grande parte dos avanços nas tecnologias brasileiras de agricultura intensiva de alta produtividade. As principais exportações são pescado, alimentos e componentes eletrônicos avançados.

Apesar de possuir setores primário e secundário bastante presentes, a economia da ilha é ainda baseada no turismo, principalmente por suas praias, ruínas e sítios dedicados a mergulho. Em torno da costa da ilha encontram-se praias de areia branca e mar azul-turquesa de grande beleza. Há áreas como Praia Norte e da Zona Sul e tem uma série de resorts espalhados ao longo da costa. A Laguna de Chankanab está localizada a sul da cidade é um corpo de água fornecida por um túnel subterrâneo para o mar onde pode ser visto como um aquário natural da fauna e da flora ao redor da laguna.

5e71d2491a96438b946d6e1076d69452

Agricultura hidropônica em Cozumel.

Cozumel-0

Mergulho nos corais do litoral de Cozumel.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.