FANDOM


Zenith

País

Brasil

Localização

Ilha de Rugen, norte da Alemanha, Mar Báltico

Área

190 km2

Distritos

Marina, Centro, Zenith do Norte, Atalaia-Leste, Parque Jasmund, Jasmund do Sul.

População

Total - 699.079 hab. (64% Brancos, 20% Mestiços, 14,5% Negros, 4% Asiáticos, 0,5% Polinésios)

Densidade - 3.679,36 hab./km2

PIB

Total - US$ 45,16 bilhões

per capita - US$ 64.610

Gentílico

Zenitês

Zenith, oficialmente Cidade Autônoma de Zenith, é uma cidade brasileira na Ilha de Rugen, no norte d Alemanha, banhada pelo Mar Báltico. Possui um clima temperado.

É também um porto comercial e ponto industrial de grande importância desde o século XVII.

Devido ao seu porto, possui indústrias variadas, como as farmacêutica, software, joalheira, de bebidas alcoólicas, conservas, sapatos, perfumes e tabaco, eletrônica, além do turismo.

Foi fundada em 1650 pela Companhia do Ultramar na Ilha de Rugen, na época parte da Pomerânia Sueca, em um território comprado do rei da Suécia, Gustav IV Adolf.

Desde então, foi invadida em 1810 por Napoleão, retomada em 1814, e invadida pelos alemães nas duas Guerras Mundias.

Zenith-0.png

Diferente da questão gaditana, a soberania de Zenith não é um grande ponto de discórdia nas relações brasílico-alemãs que são, pelo contrário, extremamente cordiais. Em pesquisa em 2010, foi atestado que 73% dos alemães consideram a soberania de Zenith legítima. Muitos veem cidade como qualquer outra micro-nação da Europa.

Etimologia Editar

Zênite, ou zenith em grafia antiga, é, na astronomia o termo técnico que designa o ponto (imaginário) interceptado por um eixo vertical (imaginário) traçado a partir da cabeça de um observador (localizado sobre a superfície terrestre) e que se prolonga até a esfera celeste.

A palavra zênite deriva da leitura desatenta da expressão árabe سمت الرأس (samt ar-ra's), significando "direção da cabeça" ou "caminho acima da cabeça". Essa tradução ou transliteração, para o latim medieval, foi feita por escribas da idade média durante o século XIV. A expressão foi incorretamente reduzida para 'samt' ("direção") e escrita como 'senit'/'cenit' pelos escribas.

No Brasil, foi chamada de "zenith" pelo astrônomo Carlos Vaz Castronelli em 1582. A grafia se tornou popular no Brasil e na Europa em poucas décadas.

Com a fundação de Zenith, o nome foi escolhido em homenagem ao mesmo astrônomo, presente entre os fundadores.

História Editar

Desde muito tempo, a COU ansiava por uma base permanente no Mar Báltico. Embora possuísse alguns portos, uma cidade, um fortaleza era necessária para a manutenção de influência da COU na região.

Com a Guerra dos Trinta Anos, a COU iniciou negociações com o rei da Suécia, com quem tinha grande influência. A ilha de Rugen era uma região estratégica e bem localizada. Em 1630, toda a população do norte da ilha havia sido dizimada pelos suecos, e a região estava despovoada.

Em 1650, a COU comprou o norte da ilha, as penínsulas de Wittow e Jasmund e a Barra de Schaabe. Com a intensão de manter um posto permanente no Báltico para o comércio de trigo, âmbar e madeira, a COU fundou a cidade que chamaria de “o ponto mais alto (mais ao norte) do império”, Zenith. Apesar do constante clima tenso da região, o domínio da COU sobre a colônia de Zenith quase nunca foi abalado, graças à política da COU de incitar o constante conflito entre as potências bálticas a manter relacionamentos secretos com todas elas.

Principalmente povoada por alemães e brasileiros, Zenith cresceu como um dos portos mais importantes de Europa. Entre 1670 e 1780, todo o comércio do Báltico passava por Zenith.

Relações amistosas e influência sobre todos Estados bálticos e o Sacro-Império Romano, permitiram à COU manter seu domínio sobre Zenith, mesmo que o resto da ilha mudasse de dono.

A soberania da COU só foi contestada já no início do século XIX. Com o "Grande Plano", de Napoleão, quando tropas francesas invadiram e ocuparam Zenith em 1810. Após a derrota de Napoleão na Batalha de Leipzig e depois de 4 anos de ocupação em novembro de 1814, em uma de suas ultimas operações militares uma frota com 16 embarcações de guerra da COU levando mais de 2000 infantes pertencentes as temidas Tropas de Marinha da Companhia se dirigiu para a cidade. As autoridades francesas que administravam a cidade ao ficarem sabendo de que uma grande tropa da COU se dirigia para a la, evacuaram a mesma, não sem antes a saquea-la.por completo. Informações da época dão conta que até os azulelos das casas foram saqueados pelas tropas francesas em sua fuga.

Após o fim da ocupação francesa a cidade entrou em um periodo de decadencia que somente acabou com a independencia do Brasil quando Pedro I percebeu a importancia estratégica e comercial de Zenith no continente europeu. Sua localização no meio do continente seria de vital importancia para o comercio brasileiro, pois as mercadorias poderiam chegar mais facilmente e sem atravessadores tanto a região do Báltico quanto ao distante Imperio Russo

Além da importância comercial, Zenith tinha à época grande importancia militar. Para o Rei, tanto Zenith e Cadiz deviam ser amostras do poder militar brasileiro no continente europeu. Serviriam como uma especie de "pedra no sapato" brasileira na Europa, uma forma de que intimidar qualquer potencia européia da época que se ousasse contestar o poderio brasileiro.

Para isso Zenith foi fortificada as fortalezas de Atalaia-Leste e Castronelli foram reformadas recebendo novos canhôes e foi construida a o Forte de Jasmundm este protegente de quaisquer ataque que viessem pelo lado alemão. Foi criada a Frotilha do Baltico composta por 12 navios de guerra e a guarnição militar da cidade chegou a ter mais de 10000 homens.

Zenith viveu um periodo de paz e prosperidade até a guerra Anglo-Brasilica em 1849. No inicio do conflito a cidade parecia ter sido esquecida pelos ingleses, porém com o acirramento dos combates em 1851 a Frotilha do Baltico recebeu a ordens de atacar a costa inglesa, apesar de ter bombardeado varios pontos da consta inglesa a mesma foi destruida durante a batalha ocorrida na foz do rio Tamisa, tendo sobrevivido apenas a canhoneira Ipiranga, que fugiu para Cadiz e a fragata Paraguassu que conseguiu retornar para Zenith. Como retaliação pelos bombardeiros a sua costa Londres enviou uma frota com cerca de 15 navios para bombardear e se possivel tomar a cidade. Porém devido ao poderio das defesas da duas fortalezas que defendiam Zenith a frota inglesa mal pode se aproximar da cidade. Impossibilitade de toma-la. os ingleses tentaram sitiar a ilha. Porém apos 4 meses de sitio a frota inglesa se retirou sem nem ao menos chegar proxima de seu objetivo.

Após o final da guerra, e a assunção de Pedro II ao reinado, houve uma mudança nas relações entre o Brasil e os demais paises, Com isso Zenith perdeu gradualmente sua importancia militar, mantendo somente sua importancia economica e comercial, para o Reino do Brasil, importancia esta que se estenderia por todo o restante do século XIX

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória